Aprenda SQL em 4 minutos

Olá pessoal…
hoje vou postar algo que acabei achando perdido nos meus arquivos, algo que escrevi em 2008 e repassei pra meus então colegas de classe da UDESC (saudade dos velhos tempos) que estavam aprendendo SQL.

Bom pessoal,
esse é um texto interessante que eu encontrei na internet, sobre como
aprender SQL em 4 minutos, pra quem não sabe, vocês vão ver que
é bem simples a “linguagem”.

Se der era bom já testar com um banco de dados aberto,
mas mesmo sem já dá pra pegar uma idéia de como funciona,
isso é uma coisa que se vocês aprenderem vocês poderão utilizar
com qualquer banco de dados, MySQL, PostgreSQL, Paradox,
Firebird, etc

Uma sugestão pra quem não tem instalado um banco de dados, e/ou
não quer instalar agora:

Tem esse site, onde acho que você pode se cadastrar e criar/administrar um
banco de dados MySQL via Web:

http://www.freemysql.net/

Bom, é isso,
sei o básico de inglês, mas acho que já dá pra quebrar um galho,
e espero que ajude alguém.

Patrick Kaminski
Bjs =**
Até o/

Aprenda SQL em apenas 4 minutos

Este tutorial assume que você tenha um banco de dados instalado e rodando, e você sabe como escrever consultas com ele.
Esse tutorial também assume que você já tenha uma base sobre conceitos de programação.

Pronto?
Vamos!

SQL (pronuncia-se “ésse-que-ele”) é apenas uma linguagem usada para interagir com um banco de dados.
Sozinha, não tem muita utilidade, mas normalmente é usada em conjunto com outra linguagem, como PHP. Você pode, no entando, escrever consultas para um banco por diversão. Esse recurso é bastante útil para testar e/ou aprender.

Bancos de Dados SQL armazenam informações em tabelas. Quando você adiciona informações à um banco de dados, você está incluíndo “linhas” em uma tabela qualquer. As tabelas e suas colunas são definidas por você, o programador.

Por exemplo, se você for criar um site onde os usuários podem criar uma conta, você deve ter uma tabela chamada usuários. As colunas na tabela de usuários deve ter campos como:

  • Usuário
  • E-mail
  • Endereço
  • Senha
  • e a última vez em que foi realizado o login.

Como um programador, é seu dever criar as colunas para esta tabela e criar uma interface pública (em PHP por exemplo) para os usuários adicionarem linhas nessa tabela. Seu código PHP irá executar as consultas SQL por trás da interface desenvolvida em HTML.

Parte 1 – Criando as Tabelas

Uma consulta para criar uma tabela simples…

CREATE TABLE nome_da_tabela (coluna1 tipo, coluna2 tipo, coluna3 tipo, …);

Então, no nosso exemplo…

CREATE TABLE usuarios (usuario VARCHAR(20), email VARCHAR(80), senha VARCHAR(16), ultimo_acesso INT(11));

No caso de pequenas quantidades de textos, como o nome de usuário, você pode usar campos do tipo VARCHAR seguido pelo número máximo de caracteres que o campo pode ter.

Para números, use INT(11),

Para textos longos, use TEXT,

Você pode perceber que eu usei um campo do tipo inteiro para definir o último acesso. Existem campos do tipo data, e hora em SQL mas você pode também, usar TIMESTAMP (isso é o que eu [o autor] faço na maioria das vezes).

Parte 2 – Adicionando dados às tabelas

INSERT INTO nome_da_tabela (coluna1, coluna2, coluna3, coluna4, …) VALUES (valor1, valor2, valor3, valor4, …);

Claro, deve haver o mesmo número de colunas e valores. Por exemplo …

INSERT INTO usuarios (usuario, email, senha, ultimo_acesso) VALUES (“alguem”,”alguem@algumdominio.com”,”123456″, 1197351913);

Parte 3 – Recuperando os dados das tabelas

SELECT coluna1, coluna 2, coluna 3, … FROM nome_da_tabela WHERE condicao1 AND condicao2 OR condicao3;

Este é o instrução SELECT. Depois da palavra SELECT, simplesmente liste as colunas (campos) que você quer recuperar do banco de dados, separados por vírgulas. Depois disso vem a palavra FROM. Aí é onde você especifica de qual tabela você quer recuperar os dados. Depois disso vem a palavra WHERE, onde você pode listar as condições da sua consulta, realizando um filtro nos resultados. Você pode unir condições com as palavras-chave AND e OR e também agrupar as condições com parenteses.

No nosso exemplo, nos vamos ter uma página que irá mostrar todos os usuários que efetuaram o login nos últimos 10 minutos. (Assumindo que o TIMESTAMP atual é 1197352299 que é a data e hora atual convertida em segundos)…

SELECT usuario FROM usuarios WHERE ultimo_acesso>(1197352299 – 60 * 10);

Se este SQL fosse gerado com PHP você poderia gerar o TIMESTAMP no exato momento da execução do script, através da função time().

Parte 4 – Modificando dados das tabelas

UPDATE nome_da_tabela SET coluna=valor WHERE condicao;

O UPDATE simplesmente usa o nome da tabela, a coluna que você quer alterar, o novo valor que você quer que a coluna receba, e uma condição para indentificar a(s) linha(s) que você quer alterar.

Digamos que eu queira alterar a senha…

UPDATE usuarios SET senha=”senha” WHERE usuario=”alguem”;

Parte 5 – Removendo dados de uma tabela

DELETE FROM nome_da_tabela WHERE condicao;

Basta informar a tabela e a condição para determinar quais linhas você quer deletar.

DELETE FROM usuarios WHERE usuario=”alguem”;

E agora você tem conhecimento suficiente de SQL para usar com PHP ou qualquer outra linguagem com acesso a banco de dados.

Mas, finalizando, este é uma maneira simples de mostrar como iniciar a programação com SQL de forma clara e rápida. Se você usar somente a informação disponível nesse tutorial, o SQL que você utilizar será lento e ineficaz. Portanto, é excelente para inciar no uso de SQL em bancos de dados, mas não serve para já desenvolver aplicações com buscas mais avançadas.

Então bons estudos…

http://www.google.com.br/search?q=sql

Traduzido e modificado por Patrick Kaminski em 1º de Março de 2008 d.C. de “Learn SQL in Under 4 Minutes”.

http://www.thedryeraseboard.com/compsci/sql/4minutes/ (Já saiu do ar)

Bom, é isso, algo bem básico,
como sempre espero que ajude alguém aí

Abraço,

Patrick Kaminski 😉

Anúncios